Tag: workshops

ARMA – Workshop I – “Argamassas e Revestimentos – A Sua Utilização no Mundo Antigo”

Serve o presente para divulgar o curso “ARMA- Argamassas, Revestimentos, técnicas de construção e decoração no Mundo Antigo”,organizado pelo Centro de Arqueologia de Almada e pela TerraFirme.

Este curso divide-se em três workshops, o primeiro realiza-se já este mês, as datas dos restantes serão oportunamente divulgadas.

O primeiro workshop decorrerá no dia 27 de Outubro no Museu Monográfico de Conímbriga e tem como tema “Argamassas e Revestimentos – A Sua Utilização no Mundo Antigo”.

Este evento terá uma componente teórica e outra prática e reunirá um conjunto de investigadores de diferentes áreas (Arqueólogos, Químicos, Engenheiros e Arquitectos), constituindo uma introdução às técnicas de construção e decoração na antiguidade. Este evento destina-se, assim, a todos os investigadores e estudantes de Arqueologia, História de Arte, Conservação e Restauro, Química e a todos os que se interessem por esta temática.

O programa detalhado deste primeiro workshop será divulgado brevemente.

Para inscrições e informações: arma.workshop@gmail.com;

Contactos:

212766975 / 214035133;

967354861 / 968965821


Workshop Gonçalo Cadilhe, 29 de Setembro, Mosteiro de Tibães – Balanço e testemunhos

O passado dia 29 de Setembro ficou marcado pela realização de mais uma actividade organizada pela TerraFirme. Foi o início de uma parceria com o Mosteiro de Tibães e com o Gonçalo Cadilhe. Por estas razões e mais algumas, foi com grande empenho – aliás, como é nosso apanágio! 😀 – que colocamos à disposição de toda uma comunidade que se interessa pelas questões das viagens e pela troca de experiências de vida, um conjunto de workshops que foram orientados pelo nosso parceiro de viagens – permitam-nos a boleia no enquadramento humorístico – o simpático Gonçalo Cadilhe.

Efectivamente, foi criada uma empatia, quase natural, entre o orador e toda a plateia que povoou de novo e que encheu de vida o Mosteiro de Tibães.

Este espaço fantástico, bafejado também por um fim-de-semana fantástico ao nível das condições climatéricas, parecia de novo rejuvenescido, tal era a afluência de públicos ao espaço. E não falamos só dos workshops por nós organizados, mas também de um conjunto de actividades que ali decorreram no âmbito das Jornadas do Património. Aliás, é de louvar toda uma dinâmica que tem sido empreendida pelos responsáveis do Mosteiro de Tibães e todos os seus colaboradores. É um privilégio para a TerraFirme poder trabalhar e contribuir para essa dinâmica. Fica aqui o nosso agradecimento por tudo.

Portanto, tudo se conjugou para um fim-de-semana perfeito. Pelo menos assim pensamos, considerando o feed-back que fomos recebendo das pessoas, nomeadamente, nesta crónica de uma das participantes, a simpática espanhola Elena Sorribas:

http://gostomegusta.blogspot.com.es/2012/10/de-profesion-viajero-goncalo-cadilhe.html

Quanto aos workshops, ficou na retina a enorme experiência de vida do Gonçalo Cadilhe. Impressionante a vivência sensorial que este viajante apresenta nos seus ombros e o gosto com que abraça cada projecto. Venha o próximo!

Quanto a novos projectos entre a TerraFirme e o Gonçalo Cadilhe estejam atentos, pois novidades não faltarão nos próximos tempos!

Sala das Cavalariças – local de realização dos workshops – Mosteiro de Tibães


TerraFirme – Nova Parceria

É com prazer que anunciamos uma nova parceria estratégica convergente com a forma como a TerraFirme encara o mundo circundante.

Esta nova colaboradora, Fernanda Botelho, especialista em Ervas medicinais, aromáticas e condimentares, com várias publicações em revistas e blogs da especialidade, irá certamente trazer uma mais-valia à linha formativa da TerraFirme, pela forma como a autora aborda o estudo da Botânica.

Assim, através das próximas formações conjuntas que serão promovidas, a autora dará o seu melhor entendimento na forma como as ervas e as plantas são actualmente utilizadas e como o foram ao longo da História. Esta linha de pensamento revela-se importante, porque entendendo o passado e o processo evolutivo de utilização destas plantas e ervas pelo Homem poderemos compreender o nosso conhecimento actual.

Numa vertente histórico-arqueológica este saber, juntamente com a colaboração das paleociências (Arqueobotânica), contribuirá  um pouco mais para um melhor entendimento do processo de ocupação do Homem e os porquês da escolha de determinadas plantas e ervas.

Equipa TerraFirme

Blog da autora: http://malvasilvestre.blogspot.com