Gestão Patrimonial

O Património constitui uma matéria-prima no âmbito da Indústria Cultural, que deve ser gerido de forma sustentável por todos os intervenientes, com o intuito de o preservar e conservar para nosso usufruto e das gerações futuras. Com base neste pressuposto, a TerraFirme pretende ter um papel activo na área da Gestão Patrimonial.

Acreditamos que a promoção de estudos de planeamento e ordenamento do território, a par com a criação de infraestruturas e serviços relacionados a elementos patrimoniais, poderão trazer mais-valias e desenvolvimentos a nível económico, político, social e cultural, quer seja no âmbito local, regional ou nacional.

Ao criarem-se infraestruturas e serviços que permitam o cidadão ter acesso ao Património de modo fácil, directa (no local) ou indirectamente (museu, livro), está-se a criar na comunidade um sentido de valor acrescentado sobre o Património, em que a sua preservação e conservação passa a ser um dado adquirido por todos.

No entanto, temos consciência que não é possível preservar tudo pois neste momento de progresso que vivemos, o bom senso tem que prevalecer numa estratégia conjunta entre o passado e o futuro. A preservação pode ser realizada sempre, mesmo que indirectamente, ao serem efectuados trabalhos qualificados de registo dos elementos patrimoniais e, posteriormente, divulgando-os.

A TerraFirme pretende ter em consideração que esta gestão patrimonial deve ser realizada de modo sustentável, tal como a sua manutenção. De igual modo, pretende-se que a fruição dos espaços pela comunidade possa ser sustentável.

A Gestão Patrimonial da TerraFirme divide-se assim em duas áreas distintas:

  1. Gestão de Projectos
  2. Trabalhos Arqueológicos