Archive: October, 2012

ARMA: Workshop I – “Argamassas e Revestimentos – A Sua Utilização no Mundo Antigo” – Resumo do dia

Foi sobretudo um dia bem passado ontem no Museu Monográfico de Conímbriga.

Um conjunto de sessões que serviram de introdução à problemática das argamassas e revestimentos no mundo antigo e que foram divididas, de manhã, por um painel de intervenções orais, onde se destacaram as da Arquitecta Patrícia Bruno, com a problemática da utilização da Terra Crua no Mundo Antigo e a comunicação do Doutor Vírigilio Hipólito Correia, que abordou as Argamassas de Conímbriga.

De seguida, uma visita às ruínas para visualização “in loco” das argamassas de Conímbriga e de tarde, com um painel composto pelos Arquitectos Pedro Abreu e Eva Quaresma (Arquitecturas de Terra), que versaram sobre a problemática da utilização da Terra Crua no passado e as perspectivas de futuro e o Dr. José Mirão (Universidade de Évora), que divulgou o excelente trabalho realizado pela equipa da Universidade de Évora, nomeadamente na investigação sobre a composição mineralógica e química das argamassas antigas, tecnologia e sua compatibilidade.

Por fim, os trabalhos culminaram com a realização de 2 workshops, compostos pela construção de um módulo em Taipa (Arquitectos Pedro Abreu e Eva Quaresma) e um outro de preparação de argamassas, orientado pelo Engenheiro Fernando Cartaxo.

Gostaríamos de agradecer a presença de todos, pelo contributo que deram na sua participação, aos oradores pelas comunicações e o cunho científico prestado, aos Arquitectos Pedro Abreu e Eva Quaresma (Arquitecturas de Terra) e ao Engenheiro Fernando Cartaxo pela condução de forma exemplar e motivadora dos workshops.

Por fim, ficam os agradecimentos aos nossos parceiros de organização, o Centro de Arqueologia de Almada que, mais uma vez, voltou a demonstrar a razão pelo qual e após 40 anos de existência, continue a ser uma entidade de referência no que ao património português diz respeito.


Ciclo de Workshops de Escrita Criativa, com João Tordo_Vencedor do Prémio Saramago 2009

A TerraFirme vai organizar um ciclo de workshops de Escrita Criativa com o escritor João Tordo, vencedor do Prémio Saramago 2009 e Candidato ao Prémio Europeu do Livro 2012.

Desta forma, nos próximos dias 3 e 4 de Novembro, no Porto, no Palácio das Artes | Fábrica de Talentos e a 17 e 18 de Novembro, em Coimbra, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha lá estaremos para vos receber.

João Tordo nasceu em Lisboa em 1975. Formou-se em Filosofia e estudou Jornalismo e Escrita Criativa em Londres e Nova Iorque. Em 2009 ganhou o Prémio Literário José Saramago com o romance As Três Vidas (2008). Foi finalista dos prémios Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores, do Prémio Fernando Namora em 2011 e do Prémio Portugal Telecom. Publicou ainda O Livro dos Homens sem Luz (2004)Hotel Memória  (2007)O Bom Inverno (2010)Anatomia dos Mártires (2011). Trabalha como cronista, tradutor, guionista e formador em Workshops de ficção. Os seus livros estão publicados em seis países, incluindo França, Itália e Brasil. Recentemente, entrou na pré-selecção do Prémio Europeu do Livro com Le Bon Hiver (Actes Sud).

Neste workshop irá falar-se da ideia original ao tratamento dessa ideia.

O plot/enredo e desenvolvimento do plot. A diferença entre storyline e plotline. A importância dos pontos de viragem. O parágrafo inicial e os plot points ao longo do enredo; armadilhas, ganchos, flashbacks e outras técnicas. Divisão de um romance em três actos: o significado de cada acto. Os momentos fundamentais: crise inicial, desenvolvimento, clímax e resolução; a revelação das personagens. Noção de mudança e importância do arco narrativo. As cinco componentes do romance: descrição, diálogo, acção, pensamento, exposição. A importância do ponto de vista em literatura. A voz narrativa: primeira e terceira pessoa. Anatomia de uma cena: construção do mundo narrativo. Exposição vs Informação; Narrativa vs Diálogo. Caixa de ferramentas. A viagem emocional do protagonista.


Registo de um fim-de-semana diferente | Workshop com Gonçalo Cadilhe, no Mosteiro de Tibães


Programa de curso – ARMA – Argamassas e Revestimentos – A sua utilização no Mundo Antigo

Poderão aceder a todos os dados de curso a partir deste link:

Programa ARMA



ARMA – Workshop I – “Argamassas e Revestimentos – A Sua Utilização no Mundo Antigo”

Serve o presente para divulgar o curso “ARMA- Argamassas, Revestimentos, técnicas de construção e decoração no Mundo Antigo”,organizado pelo Centro de Arqueologia de Almada e pela TerraFirme.

Este curso divide-se em três workshops, o primeiro realiza-se já este mês, as datas dos restantes serão oportunamente divulgadas.

O primeiro workshop decorrerá no dia 27 de Outubro no Museu Monográfico de Conímbriga e tem como tema “Argamassas e Revestimentos – A Sua Utilização no Mundo Antigo”.

Este evento terá uma componente teórica e outra prática e reunirá um conjunto de investigadores de diferentes áreas (Arqueólogos, Químicos, Engenheiros e Arquitectos), constituindo uma introdução às técnicas de construção e decoração na antiguidade. Este evento destina-se, assim, a todos os investigadores e estudantes de Arqueologia, História de Arte, Conservação e Restauro, Química e a todos os que se interessem por esta temática.

O programa detalhado deste primeiro workshop será divulgado brevemente.

Para inscrições e informações: arma.workshop@gmail.com;

Contactos:

212766975 / 214035133;

967354861 / 968965821


Workshop Gonçalo Cadilhe, 29 de Setembro, Mosteiro de Tibães – Balanço e testemunhos

O passado dia 29 de Setembro ficou marcado pela realização de mais uma actividade organizada pela TerraFirme. Foi o início de uma parceria com o Mosteiro de Tibães e com o Gonçalo Cadilhe. Por estas razões e mais algumas, foi com grande empenho – aliás, como é nosso apanágio! 😀 – que colocamos à disposição de toda uma comunidade que se interessa pelas questões das viagens e pela troca de experiências de vida, um conjunto de workshops que foram orientados pelo nosso parceiro de viagens – permitam-nos a boleia no enquadramento humorístico – o simpático Gonçalo Cadilhe.

Efectivamente, foi criada uma empatia, quase natural, entre o orador e toda a plateia que povoou de novo e que encheu de vida o Mosteiro de Tibães.

Este espaço fantástico, bafejado também por um fim-de-semana fantástico ao nível das condições climatéricas, parecia de novo rejuvenescido, tal era a afluência de públicos ao espaço. E não falamos só dos workshops por nós organizados, mas também de um conjunto de actividades que ali decorreram no âmbito das Jornadas do Património. Aliás, é de louvar toda uma dinâmica que tem sido empreendida pelos responsáveis do Mosteiro de Tibães e todos os seus colaboradores. É um privilégio para a TerraFirme poder trabalhar e contribuir para essa dinâmica. Fica aqui o nosso agradecimento por tudo.

Portanto, tudo se conjugou para um fim-de-semana perfeito. Pelo menos assim pensamos, considerando o feed-back que fomos recebendo das pessoas, nomeadamente, nesta crónica de uma das participantes, a simpática espanhola Elena Sorribas:

http://gostomegusta.blogspot.com.es/2012/10/de-profesion-viajero-goncalo-cadilhe.html

Quanto aos workshops, ficou na retina a enorme experiência de vida do Gonçalo Cadilhe. Impressionante a vivência sensorial que este viajante apresenta nos seus ombros e o gosto com que abraça cada projecto. Venha o próximo!

Quanto a novos projectos entre a TerraFirme e o Gonçalo Cadilhe estejam atentos, pois novidades não faltarão nos próximos tempos!

Sala das Cavalariças – local de realização dos workshops – Mosteiro de Tibães